Quinta, 26 Novembro 2015 12:57

Alunos do Ciep 477 expõem trabalhos de artes à comunidade

O Ciep 477 – Prof.ª Rosa da Conceição Guedes, em Arrozal, deu início à V Expo Arte nesta quinta-feira (26). A iniciativa é da Secretaria de Educação, que envolve 18 escolas do município, a fim de que os alunos exponham à comunidade os trabalhos desenvolvidos na disciplina de Artes ao longo do ano. Participam alunos do 4º ao 9º ano do Ensino Fundamental e também estudantes do programa EJA (Educação para Jovens e Adultos). Os visitantes podem contribuir com pintura no ‘Painel de Colorir’.

Para as professoras de Artes Luzia Faria Soares, Eliane Aparecida Silva e Flávia Rocha Pereira, a exposição é uma realização importante para incentivar os alunos. Sob a temática “Transformando Olhares”, além de trabalhar com técnicas, temáticas como ‘Gentileza Gera Gentileza’ e cultura africana também foram abordadas. A população pode conferir a V Expo Arte até a próxima semana, das 8h às 16 horas, no auditório.

“Todo o nosso esforço vale a pena, para nós e para eles. Conseguimos perceber o encantamento deles vendo um trabalho fizeram na sala de aula, às vezes sem muita vontade, exposto aqui. E, no ano seguinte, eles lembram que o trabalho vai ser visto por todo mundo e se dedicam mais”, relatou a professora Flávia.

As alunas do 9º ano Rayssa Albuquerque da Rocha, 15, e Geovanna D. O. Rafael, 14, se sentiram grandes artistas quando viram seus desenhos. “É uma oportunidade da gente mostrar o nosso talento”, enfatizou Rayssa.

Segundo a coordenadora de Artes da Secretaria de Educação, Mali Ribeiro dos Santos Martins, a Expo Arte evidencia o professor e o aluno, além de trabalhar a autoestima. “A arte precisa ser vista como um instrumento de conhecimento. É necessário fazer com que o aluno se expresse e em atividades como essa ele pode ser autêntico e enxerga que tem seu espaço”, frisou a coordenadora.

O diretor, Jocemar Rodrigues, também evidenciou a ação social atrelada à arte: “Mostra o lado artístico do aluno. Essa exposição revela um outro olhar sobre o conhecimento”, completou Jocemar.

Lido 2425 vezes