Quarta, 23 Maio 2018 17:35

Professores prestigiam palestra sobre povos indígenas na região

Avalie este item
(0 votos)

O Casarão Cultural Memórias Vale do Café de Arrozal recebeu nesta quarta-feira (23) a palestra "A presença indígena nos arredores dos Rios Piraí e Paraíba, ontem e hoje", ministrada por Marcelo Sant´Ana Lemos. O evento foi voltado aos professores de Geografia e História da Rede Municipal de Ensino e é parte da política de formação continuada da Secretaria de Educação.

O professor e pesquisador trouxe uma reflexão acerca da resistência dos povos indígenas durante a expansão cafeeira na região. Com os dados geográficos e históricos, mostrou como os índios sempre estiveram presentes ao longo da história incluindo os primórdios que levou a formação da cidade de Piraí, mas que foram muitas vezes ocultados e silenciados pois a História é contada pelo viés dos colonizadores ou, no caso, dos barões de café. Ele explicou também que muitas vezes esses povos tinham suas origens, culturas e objetos eliminados, mas que acabavam se incorporando e sendo apropriados, como os conhecimento de ervas medicinais e de preparação de alimentos, entre outros.

"Nenhum município consegue compor sua história sem resgatá-la. Não é apenas, uma questão de curiosidade, mas de cidadania, entender que a construção de nossa sociedade passa por estes processos. E o intuito é reconstruir a nossa história, colocando aqueles povos que foram invisibilizados, para encontrarmos nossas identidades", disse. Os professores levaram ainda o livro "O índio virou pó de café?", também de autoria de Marcelo Sant´Ana Lemos.

"Para nós é muito importante este tipo de evento, que promove o debate e amplia o repertório dos professores. E o livro também, que pode ser usado como fonte de pesquisas e de ideias de atividades que podem ser incorporadas em sala de aula", disse a secretária de Educação Sandra Gomes Simões.

Lido 689 vezes Última modificação em Terça, 26 Junho 2018 20:37

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.