Sobre NósBem-vindo à Prefeitura

A Prefeitura - História

O prédio da Prefeitura de Piraí é um dos patrimônios históricos do município. Inicialmente,  funcionou como "Casa da Câmara, júri e cadeia", conforme relato datado de 24 de março de 1837, quando foi assinado, pela "comissão de cidadãos", o termo de obrigação de "construir e mobiliar" o prédio, com dois anos de prazo para a conclusão das obras. A comissão era formada por José Gonçalves de Moraes (Barão do Piraí), Carlos de Souza Pinto de Magalhães (ajudante de obras), Comendador Silvino José da Costa, José Luiz Gomes (Barão de Mambucaba), Joaquim Gomes de Souza Chazeiro, Major Raymundo de Souza Breves, Felisberto Ribeiro Franco, Manoel Gonçalves Vallim, José da Conceição, Antonio José de Barros Vianna, Manoel Gonçalves Pereira, Manoel José de Barros Vianna e Domingos Pereira dos Santos.

 

Três dias depois, com o objetivo de angariar fundos para a obra e a mobília, foi constituída nova comissão, formada pelo Barão do Piraí, Felisberto Ribeiro Franco, Manoel José de Barros Vianna, Major Raymundo de Souza Breves e o Comendador Silvino José da Costa. O terreno onde seria erguido o prédio foi doado pelo Comendador Antonio Estevão de Magalhães Pusso. O Paço Municipal, como era chamado, foi inaugurado em 1842. No primeiro pavimento ficava a cadeia e o destacamento de polícia. Havia também sala da secretaria e das testemunhas, sala das audiências, salão da Câmara Municipal da Vila do Piraí e galeria. O jardim municipal onde ficava o prédio era todo cercado de gradil de ferro, retirado e vendido em 1928.

 

Em 1916, o presidente da Câmara Municipal, Domingos Mariano Barcellos de Almeida, informou ao Governo do Estado que não havia mais condições de abrigar, no mesmo prédio, a cadeia e o quartel da polícia, que passaram, por volta de 1920, para novo prédio, na Rua Comendador Sá.

 

Observação: Importante: De 1838 a 1921, os Presidentes da Câmara Municipal de Vereadores eram também os administradores do Município.

1838-1844 – Capitão José de Souza Breves Filho

1845-1846 – Comendador Joaquim José de Souza Breves

1846-1848 – Silvino José da Costa

1849-1852 – José da Silva Penna

1853-1856 – José Gomes de Souza Portugal

1857-1860 – Comendador Joaquim Manoel de Sá

1861-1862 – Cônego Antonio Tolentino Legal

1862-1864 – Tenente-coronel Antonio Luiz da Silveira

1865-1868 – Tenente-coronel José da Silva Figueira

1869-1869 – Barão do Turvo

1869-1872 – Coronel Antonio Luiz da Silveira

1873-1876 – Gabriel Ferreira de Souza

1877-1880 – Comendador Joaquim Manoel de Sá

1881-1883 – João Alves Meira

1884-1886 – Eugênio Augusto de Carvalho Menezes

1887-1890 – Francisco Santiago Gonçalves da Silva

Intendências

10/01/1890 a 31/03/1890 – Antonio de Souza Leitão Maldonado

07/04/1890 a 16/08/1890 – Comendador Joaquim Manoel de Sá

16/08/1890 a 30/12/1890 – Arthur de Sá Earp

28/01/1891 a 20/03/1891 – Capitão Vicente Garcia da Silveira

28/04 /1891a 26/12/1891 – Capitão Manoel Fernandes Dias

30/12/1891 a 15/01/1895 – Coronel Henrique José dos Santos Nora

1895-1898 – Coronel Henrique José dos Santos Nora

05/01/1898 a 31/05/1898 – Antonio Braz de Moraes Barboza

01/06/1898 a 31/12/1900 – Ildefonso Brandt de Bulhões Carvalho

1901-1903 – Ildefonso Brandt de Bulhões Carvalho

1904-1906 – Ildefonso Brandt de Bulhões Carvalho

1907-1908 – Manoel Fernandes Dias

1909-1909 – Coronel Joaquim Ferreira Ribeiro

03/01/1910 a 09/01/1911 – Coronel Henrique José dos Santos Nora

03/02/1911 a 21/12/1912 – Capitão José Antonio Ribeiro Sobrinho

1913-1915 – Capitão José Antonio Ribeiro Sobrinho

1916-1918 – Domingos Mariano Barcellos de Almeida

1919-1921 – Coronel José Antonio Ribeiro Sobrinho

1922-1923 – Octavio Teixeira Campos

1923-1924 – Luiz Eugenio Rodrigues Torres Sobrinho (Nomeado)

1924-1926 – Lucas Antonio Ribeiro Sobrinho

1926 – José Antonio Monteiro de Barros  (Interino)

1927-1929 – Henrique José dos Santos Nora

1930 – Álvaro Amarante Vieira da Cunha 

1931 – Edgard de Oliveira Campos

1932 – Alyrio Carneiro

1933-1935 – Eduardo Pompéia de Vasconcellos

1936 – Luiz Eugênio Breves

1936 - 11 Alfredo Antonio da Silva 1936

1936-1938 – Octávio Teixeira Campos

1939-1941 - Octávio Teixeira Campos

1942-1946 - Octávio Teixei8ra Campos

1946 - Cesar Pinheiro Motta

1946-1947 - Maria de Lourdes Gonçalves Ferreira  (Responsável pelo expediente)

1947 - Mário da Cunha Bahia

1947 - Homero Campos

1947 - José Henrique Fortes

1947-1948 -  João Guimarães

1948-1951 - Luiz Antonio Garcia da Silveira

1951-1954 - Octávio Teixeira Campos

1955-1957 - João Guimarães

1957-1958 - Eudóxio Baptista de Faria

1959-1962 - Nilo Teixeira Campos

1962 - Nilton Penna Botelho

1963-1966 - Eudóxio Baptista de Faria

1967-1970 - Aurelino Gonçalves Barbosa

1971-1979 - Emílio Silva

1973-1976 - Nurldin Hassum (Noro)

1976-1983 - Aurelino Gonçalves Barbosa

1983-1989 - Nurldin Hassum (Noro)

1989-1992 - Aurelino Gonçalves Barbosa

1993-1996 - Arthur Henrique Gonçalves Ferreira (Tutuca)

1997-2000 - Luiz Fernando de Souza (Pezão)

2001-2004 - Luiz Fernando de Souza (Pezão)

2005-2008 - Arthur Henrique Gonçalves Ferreira (Tutuca)

2009-2012 - Arthur Henrique Gonçalves Ferreira (Tutuca)

2013-2016 – Luiz Antonio da Silva Neves